12 de out de 2009

A gata Déo

Era para ser uma festa a fantasia.

Havíamos sido convidadas para uma festa a fantasia num clube onde só os convidados da festa poderiam ir. O custo seria apenas a bebida.

Na verdade éramos bico do bico, mas aceitamos o convite.

Passamos (eu, Paty e Fabi) a tarde toda numa loja de fantasia. Era fantasia de coelhinha para um lado, Pedrita para o outro, tiarinha de diabo na cabeça com roupinha de anjinho, uma confusão só.

Eu e a Paty decidimos comprar kits: kit gatinha (para mim), kit diabinho (para a Paty). Já a Fabi resolveu comprar a fantasia da Minie. Os kits vinham com a tiara e o rabinho já a fantasia de Minie era completa.

Chegamos na casa da Paty para compormos o figurino: eu tinha um vestido preto justo e costurei o rabo (aliás, costurei MUITO BEM), a Paty costurou o rabinho de diabinha e a Fabi passou a fantasia que estava um pouco amassada.

Nos aprontamos e quando já estávamos de saída o pai da Fabi perguntou para nós se por acaso o clube era o "Dance mais" que ficava num bairro bem próximo à nossa casa. 

A amiga da Fabi que nos convidou estava buscando a gente e disse toda empolgada "É NESTE MESMOOO!!!" eu, Fabi e Paty nos olhamos (aquele clube não era exatamente um clube para os jovens)

Fomos para o "Dance Mais" na esperança de termos nos enganados...
Saímos do carro completamente prontas e tivemos que atravessar uma avenida movimentada ouvindo assovios, aplausos e para alguns mais atrevidos outros tipos de sons.

Ao chegar no corredor de acesso para a festa avistamos muitos casais da terceira idade, mas assim muitos mesmo. Novamente eu, Paty e Fabi no olhamos achando aquilo tudo muito estranho.

Ao entrarmos no "clube fechado para a festa"
surpresa!!!! Havia apenas uma única mesa que era realmente a festa da aniversariante, e o restante era um baile da terceira idade.

Agora imaginem vocês nossa situação: as três vestidas de diabinho, Minie e gatinho...no meio de mais de 150 senhoras e senhores?


(A família da aniversariante estava fantasiada também, mas ninguém estava mais ridícula que nós três)

A gente ria porque não tinha opção. Pensamos em irmos para uma balada perto de lá, mas meu rabo, sim meu rabo, não descosturava nem querendo, lembram que eu comentei que ele foi bem costurado? Pois é, foi mesmo. 

A única que dava para ir pra balada era a diabinha que só tinha a tiara de diferente por baixo estava de calça e blusa preta. 

A Minie estava revoltadíssima e disse "DAQUI EU SÓ SAIO PARA CASA" não tem onde eu ir vestida de Minie a não ser que eu vá para a Disney!!!

Enfim, já estávamos indo embora quando a aniversariante vem com uma conta para pagarmos, pois além da comida não ser "free" e a bebida não existir, tínhamos que pagar pela mesa que ficamos no máximo meia hora. Pagamos pela mesa e fomos embora.

E embora isto tudo tenha sido um mico danado, podem apostar que rimos muito com esta história!

Reações:

1 comentários:

...kkkkkkkkkkk! Muito engraçado...
eu imaginei a cena e o mico...kkkkkk, muito bom!
Bjos